4 DICAS PARA VOCÊ MONTAR O SEU ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA

A hora de montar o escritório de advocacia é muito importante para todo advogado: é o primeiro passo para iniciar realmente a carreira, fazer o que gosta e começar a atender os clientes.

Para ter segurança nessa hora, é preciso fazer um bom planejamento e atentar a alguns pontos importantes na administração de qualquer escritório, evitando gastos a mais e surpresas que podem atrasar o seu trabalho.

Neste post, daremos 4 dicas para que você monte um escritório com confiança, considerando alguns pontos para não se arrepender depois. Confira!

1. Faça um planejamento prévio

O primeiro passo para montar um escritório de advocacia é fazer um bom planejamento. É importante que você considere tudo o que vai precisar para poder fazer consultas, peticionar, analisar processos e realizar outras atividades da rotina de um advogado.

Veja tudo o que é imprescindível: computadores, impressoras, mesas, estantes, cadeiras, sofás etc. Depois, anote as coisas que não são necessárias, mas que são importantes em um escritório como geladeira ou frigobar, decoração (quadros, estátuas), pia, cafeteira entre outros.

Você também deve estimar qual será o custo mensal, como o aluguel a ser pago, preço dos materiais do dia a dia, internet, telefone, energia, água, entre outros. Isso tudo deve entrar no orçamento para fazer um bom planejamento e evitar gastos surpresas.

2. Defina a área de atuação

No planejamento, também é preciso definir a sua área de atuação. Esse processo depende das especializações e afinidades de cada advogado, e você pode optar por trabalhar em diversas áreas ou tentar restringir seu trabalho a poucos ramos.

Quando há mais de um advogado por escritório, é preciso fazer uma divisão por matérias, por exemplo: um ficará com a parte criminal, trabalhista e previdenciária; enquanto outro atenderá os clientes da área civil, família e consumidor.

Essa definição é importante para fornecer um atendimento melhor e não haver confusão no momento do primeiro contato com o cliente, pois tudo já deve estar organizado para que ele possa ser encaminhado para o advogado correto.

3. Identifique os possíveis clientes

Na hora de montar o escritório, também é fundamental identificar os possíveis clientes. Isso depende principalmente da área de atuação dos advogados e é importante porque algumas coisas dependem desse fator.

Se o escritório pretende atender empresas com vários sócios, fazer acordos extrajudiciais e outros procedimentos do tipo, será necessário ter uma sala de reuniões, com uma mesa maior e equipamentos para dar conforto aos clientes.

Porém, se o foco for os atendimentos individuais ou com poucas pessoas, talvez seja melhor investir em cadeiras mais confortáveis para os clientes, mas mantê-las nas próprias salas dos advogados.

Aqui, o ideal é verificar previamente o que será necessário para o seu tipo de cliente, proporcionando para ele o fundamental para uma boa consulta e atendimentos posteriores durante o processo.

4. Invista em marketing

O passo final para montar o escritório será o investimento em marketing. Não basta abrir o negócio se ninguém conhecê-lo, por isso é fundamental fazer a divulgação dos seus serviços. Mas lembre-se de que você sempre deve respeitar o código de ética, que impõe algumas restrições nessa hora.

Ainda assim, é possível fazer uma boa divulgação: confeccione seus cartões de visita e distribua para os amigos, familiares e conhecidos, pedindo que eles o indiquem se alguém precisar de um advogado. Entre em grupos de WhatsApp e Facebook de advogados e seja presente, respondendo dúvidas e ajudando como puder.

Uma boa dica é sempre se apresentar como advogado e manter contato com os membros da OAB da sua região e com os seus colegas de faculdade. Estabelecer uma rede de contatos é fundamental para a publicidade na advocacia.

Não se esqueça de acompanhar as novas tecnologias na área da advocacia, como a inteligência artificial. É muito comum encontrar dificuldades nessa parte devido ao grande crescimento na área, mas é fundamental se manter atualizado a respeito das tendências, facilitando, assim, o networking.

Seguindo as nossas dicas, você conseguirá montar o seu escritório de advocacia com mais segurança, sabendo quais passos tomar e o que é essencial para ter um negócio bem-sucedido, sem gastos desnecessários e surpresas desagradáveis.

Se você gostou deste post ou conhece outras dicas, deixe um comentário e compartilhe conosco a sua experiência!

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *